O asfalto é teu leito

Dia desses andando pelo centro da cidade, me deparei com uma cena bem comum e nada inusitada, de um homem dormindo no asfalto puro e diversos engravatados, garotos, garotas, idosos e crianças, passando por cima do sujeito como se estivesse passando por cima de uma sacola plástica ou uma bituca de cigarro. Fiquei de longe observando a cena e contando a quantidade de pessoas que passavam por cima daquele corpo que dormia solenemente, talvez sonhando com uma cama quente e macia ou talvez quem sabe com um inferno menos quente que ao qual ele já estava.

Quinze pessoas. Contei QUINZE pessoas, que passaram por cima dele e não desviaram ou ao menos acharam aquele ato surreal. Enfim, tive que escrever alguma coisa a respeito disso.

Eu queria ter feito mais do que apenas escrever uma poesia, eu queria ter chacoalhado aquelas pessoas, mas me vi de mãos atadas e de coração salpicado com o sal da vida.


img_1486150812605
Centro de São Paulo

Pernas ligeiras passam por cima de seus iguais. Um homem abandonado, massacrado pela vida, jogado ao chão, ao relento, cárcere de esmolas. Um homem que no seu repouso, com sua carcaça exposta ao sol, têm sua dignidade atravessada pela pressa dos seus iguais.

Um cárcere privado. Um abandono. Uma vida rejeitada por Deus.

A barriga berra faminta. Os olhos em busca de oportunidades. A carcaça descrente e cansada em prol de uma chance.

Porra! Seres humanos. Iguais a você. Iguais a mim. Apenas peças de um quebra-cabeças que jamais será completado. Então doutor, fulano e ciclano…. Fica aí com sua diplomacia, achando que a revolução do mundo está nas mãos da minoria, que está pautada ao privilégio. Está nas mãos, irmãos, de quem não me representa.

Anúncios

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: