Um filme na janela

Um longa metragem sobre a própria vida na janela de um ônibus qualquer

A vida é tão diferente quando as outras vidas passam correndo lá fora ao contrário da nossa direção

Um braço se estende
Um sorriso se acende

Parece até que o universo conspira ao nosso favor, ou talvez não

Eu olho os faróis e não entendo porque eles não somem quando estamos com pressa

O que eu fiz da minha vida porque até aqui nada mudou

Todo o dia viajando na mesma janela em busca de um sol que me esquente ou de uma sombra que me cubra do sol

A música no estéreo rola. Bossa nova, made in Brasil

Estaciono meus pensamentos em vagas já preenchidas e deixo o motor morrer só para ver se uma alma caridosa me ajuda a botar no lugar a minha própria existência

Todas as janelas do mundo jamais serão o bastante para contracenar comigo

E eu sigo, persigo, rumo a um itinerário qualquer.

Anúncios

2 comentários em “Um filme na janela

Adicione o seu

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: