“E agora baby… Porque você se foi?

“E agora baby… Porque você se foi?”

“As noites ficaram tão frias, minhas janelas emperraram e o cobertor está molhado no varal exposto ao sol.”

“E agora baby… Quem vai preparar os ovos mexidos com tomates picados, anchovas e bacon no café da manhã?”

”E agora baby… Como eu vou fazer para passar as horas na fábrica de embalagens para ração de cachorro? Como eu vou contar os biscoitinhos em formato de osso? Como eu vou fazer para não odiar meu chefe e não tentar matá-lo naquele caldeirão quente da fornalha?”

“E agora baby… Como serão os domingos sem a programação televisiva? Como que eu faço para passar as camisas? Quem vai escovar meus dentes quando eu estiver de cuecas e meia depois de um banho frio?”

“Baby… O que será de mim sem você? Sabe, eu ainda não consigo acreditar que você se foi.”

“Estou muito triste baby, como naquele dia em que sua mãe morreu e não te deixou a mesa de canto, os porta copos e os quadros da vovó Lurdes.”

“Baby… A vida é tão solitária sem você.”

“Baby… Esteja onde estiver, espero que esteja em braços mais fortes que o meu sem glúten, baby…”

Anúncios

4 comentários em ““E agora baby… Porque você se foi?

Adicione o seu

Comente sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: